PÁGINAS
  • 04:36
Uma reunião entre Poder Público Municipal, Igreja Católica, Igrejas evangélicas, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e outros movimentos sociais, no fim da tarde desta quinta-feira (16), concluiu que um Plano de Ação para combater os efeitos da seca tem que ser planejado imediatamente.
O prefeito do município, Alivanaldo Martins dos Santos, mais conhecido como Vonte Merim, disse que já vem adotando algumas medidas para amenizar a situação como, por exemplo: a aquisição de um tanque pipa, perfuração de dois poços, limpeza de varias aguadas, aderindo ao Plano Safra e outros, porém, o que ele julga ser mais emergente, Vonte diz que o Poder Público sozinho não é capaz de sanar, que é a FOME.
“Estamos estudando uma forma de ajudar nosso povo, mas fome é uma coisa que não se pode suportar por muito tempo, então essa parceria entre Poder Público, igrejas e movimentos sociais, vem para dar uma solução mais imediata para o combate a fome.” Disse Vonte.
De acordo com os lideres religiosos, o problema da seca não é algo passageiro em nosso município e, por isso, deve-se aprender a conviver com essa situação e pensar em um plano de ação contínuo.
A secretária de Assistência Social, Nayara Cunha da Silva, disse que apesar da iniciativa de reunir as lideranças ter partido do Executivo Municipal, esse é um projeto macro, onde todos se empenharão por igual e focados em um único propósito, que é, o combate a fome.
Ações como jogos esportivos, gincanas escolares para arrecadação de alimentos, além de coletas através das igrejas foram algumas das ideias que já serão colocadas em pratica no próximos dias. O grupo pretende lançar a campanha , na abertura do campeonato de futsal do município que acontecera próximo dia 31.
Reporte-nos algum problema! Ouvidoria