PÁGINAS
  • 12:09
Com o objetivo de combater os efeitos da seca, o prefeito de Retirolândia-BA, Alivanaldo Martins, Vonte, viabilizou a chegada de 2 poços artesianos para o município, com o intuito de oferecer água de qualidade e quantidade satisfatória para o consumo humano e animal na região de Gameleira.

Um dos poços já foi perfurado por uma equipe da CERB- Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia, nas proximidades da localidade de Tabuleiro na semana passada, alcançando uma vazão inferior ao esperado, na casa dos 800 litros por hora e água salobra, o que, certamente servirá apenas para o consumo animal.

O outro poço está sendo perfurado na região da fazenda Sapecado. Caso seja confirmada uma vazão de água em quantidade considerável, a situação daquela região será aliviada no tocante à seca que assola o município.

A perfuração e instalação dos poços, são de responsabilidade do governo do estado, assim como a instalação do aparelho dessalinizador que depende do intermédio político, um deputado, por exemplo, junto ao governo do estado quando a vazão corresponde a pelo menos 5000( cinco mil litros) de água por hora e é reconhecidamente salobra.

O dessalinizador, de acordo com um dos 2 geólogos que atuaram na tarefa de encontrar água naquela região, purifica e torna potável cerca de 50% da água retirada por hora, enquanto a outra parte pode ser aproveita para a geração de renda com a criação de peixes, projeto já desenvolvido em cidades como Itiúba, por exemplo.

Os poços foram adquiridos junto às CAR- Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional órgão do governo do estado, pelo deputado federal Ronaldo Carletto, intermediado pelo advogado, Tiago Mascarenhas.

Para a aquisição de um poço artesiano em determinada localidade particular, como é o caso dos 2 recém adquiridos, é preciso o termo de cessão da área do proprietário, além da assinatura de pelo menos 15 moradores daquele setor, dando conta da existência desse número de famílias moradoras da região que deverão usufruir do líquido.

Para o chefe do executivo municipal, a hora exige empenho, e não dá para cruzar os braços diante das dificuldades que a seca vem causando ao povo do município.
Vonte destaca o comprometimento da sua gestão, que vem atuando de forma constante em busca de soluções para aliviar os efeitos da seca e o sofrimento da população, com a limpeza de tanques de pequeno porte, barragens e o abastecimento diário por meio de carros-pipa.


ASCOM
Reporte-nos algum problema! Ouvidoria